sábado, 23 de janeiro de 2010

Mamãe sente falta de sua menininha...

Entrando em casa, sou obrigada a passar pelo jardim lateral, já xingando quem trancou a porta. Sinto raiva da chuva gelada que caí em meu rosto, tampando parcialmente minha visão, sinto raiva da grama pegajosa e molhada encostando em meus pés. Tropeço em algo maior, fixo no chão, abaixo-me, tentando desvendar o mistério, mas ainda sinto meu sangue bombear, nervoso com o mundo.
Um cogumelo.
No meio de todo aquele verde, diferente.
Pego-me pensando que se comer uma parte, crescerei. Se comer outra, diminuirei.
Rio. Minha raiva passa e, em segundos, encontro a antiga Júlia, a criança, que faz ligações entre as coisas, por mais insignificantes que sejam. Me despeço, já mais calma.
Não dizem que uma criança sempre melhora seu dia?

2 comentários:

Malú Azzoni disse...

Júlia in wonderland :)

Erica Ferro disse...

E como melhora!
Tenho uma priminha linda; quando a vejo, todos os meus problemas me dão uma trégua. :)

Beijo.